A HospedeiraTítulo Original: The Host
Autor: STEPHENIE MEYER
Editora: Intrínseca
Ano: 2009
Categoria: Aventura

Sinopse:  Melanie Stryder se recusa a desaparecer. Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo.
Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente.
Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

Meu comentário de leitura: 
Nem preciso falar muito né? A sinopse já diz tudo. 
Quando comecei a ler A hospedeira confesso que não me interressei muito, achei confuso demais, me perdi toda no primeiro capítulo e então desisti dele por alguns dias. Então vi um trechinho dele na internet que dizia assim: 

Pude sentir quanto ela estava consciente daquela mão que estava na minha. Havia nela uma lenta elaboração emocional que eu não estava reconhecendo. Algo no limite da raiva, com uma ponta de desejo e uma porção de desespero.
“Ciúme”, esclareceu ela.

Isso me fez voltar  a lê-lo e descobri  que o livro é perfeito, não é nada clichê, não é igual ao livros e filmes de ficção ciêntica que vemos aos montes por aí. A história é muito linda, é surpreendente, me proporcionou todos os tipos de emoções possíveis. É incrível como a escrita de Stephenie nos faz ficar divididos, no primeiro momento eu torcia tanto por Melanie que não gostei muito de Peregrina, mas quanto mais eu lia, mas eu percebia que ela merecia um final feliz, merecia um amor só para ela. Melanie e Peregrina ficaram tão próximas por dividir o mesmo corpo que uma acaba querendo o que for melhor para outra e isso é fascinante. A maneira que Peg se sente por estar roubando o corpo de Melanie mostra o quanto ela se tornou sensível e altruista e foi isso que me encantou nela, ela abriu mão de sua missão para se tornar humana, para proteger as pessoas que ela passou a amar.


Ian para Peregrina: Não é o rosto, mas as expressões nele. Não é a voz, mas o que você diz. Não é esse corpo, mas o que você faz com ele. VOCÊ é linda.

Nota: 10

6 comentários:

  1. Adorooooo esse livro, é bem isso que vc falou "me proporcionou todos os tipos de emoções possíveis", é estranho como um livro nos prende e nos faz sentir um personagem também rsrsrs. Amei a resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, teve momentos que eu estava tão envolvida que dizia a Peg o que fazer, parecia até q ela podia me ouvir rsrsrs

      Excluir
  2. esse eu li :D mas também fiquei meio cheia nos primeiroas capítulos e desencanei... daí só voltei para ler o resto alguns meses atrás :D

    Vamos ao São Paulo Fashion Week Juntas? Veja no blog como participar!
    Liz<3
    The Red Lil' Shoes Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso deve ter acontecido com muita gente =(
      São Paulo Fashion Week? Que chique, vou olhar. bjO

      Excluir
  3. Eu li esse até o meio, não consegui me envolver pela história e o deixei de lado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena pq ele é muito bom mas, no inicio ele é meio confuso mesmo.

      Excluir

Quem sou eu

Minha foto
Eu vivo de magia, de encantos, de emoção. Gosto de dramas bem elaborados e de tudo que aqueça o coração. Amo produtos de beleza, livros, filmes, músicas, culinária, bichinhos de estimação e otras cositas más. Enfim, Sejam bem vindos ao meu blog.

Faça parte ^^

Tecnologia do Blogger.

Borboletando

Borboletando
Me benzo. Te benzes.
"No meu demente exercício para pisar no real, finjo que não fantasio. E fantasio, fantasio"

"Ai daqueles que se amaram sem saber que amar é pão feito em casa, e que a pedra só não voa porque não quer, não porque não tem asa." Paulo Lemisnki

"Mas ela gosta de colecionar segredos... Coisas grandes,que ela guarda dentro de uma caixinha. É doce,doce,extremamente doce,tão doce... E ela fica ali,mastigando alegrias."

"Da paz e do amor eu quero muito mais."

"Como não era de curtir tristezas, pescou uma estrelinha do céu, botou na testa e acendeu a alegria"

"Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro." (Clarice Lispector)

Parceria

Link Me



by Duas Moças Prendadas!

Postagens populares

Pesquisar este blog

Siga por e-mail

Total de visualizações de página